Category: portuguese

Ajuste do modelo de von Bertalanffy

O modelo de crescimento de von Bertalanffy é muito utilizado para descrever a variação de comprimento de peixes, moluscos e crustáceos ao longo do tempo.

A seguir apresento um passo-a-passo para ajustar a curva aos dados de comprimento (Lt) na idade (t), analisar os parâmetros e fazer o gráfico.
O ajuste é feito de forma não linear pela função nls,  os intervalos de confiança das estimativas são calculados com a função confint e o coeficiente de determinação (R2) pela função Rsq do pacote qpcR. As funções expression e substitute são utilizadas para escrever as equações no gráfico.

t Lt
1 102,0
2 167,0
3 219,4
4 260,7
5 294,9
6 323,2
7 343,0
8 369,5
9 401,7
10 410,0

 


# carrega pacote para cálculo do R2
library(“qpcR”)

# importa dados da área de transferência
dat.tL <- read.delim(“clipboard”,dec=”,”)
attach(dat.tL)

# ajuste do modelo
vb.pargo <- nls(Lt~Linf*(1-exp(-k*(t-t0))),start=list(Linf=500,k=0.2,t0=0))
summary(vb.pargo)
Formula: Lt ~ Linf * (1 – exp(-k * (t – t0)))

Parameters:
      Estimate Std. Error t value Pr(>|t|)   
Linf 501.51567   19.81444  25.311 3.84e-08 ***
k      0.16185    0.01541  10.504 1.55e-05 ***
t0    -0.46264    0.13937  -3.319   0.0128 * 

Signif. codes:  0 ‘***’ 0.001 ‘**’ 0.01 ‘*’ 0.05 ‘.’ 0.1 ‘ ’ 1

Residual standard error: 5.587 on 7 degrees of freedom

Number of iterations to convergence: 5
Achieved convergence tolerance: 5.881e-07


# calcula intervalo de confiança dos parâmetros
confint(vb.pargo)
            2.5%       97.5%
Linf 461.8889677 562.3393409
k      0.1250699   0.1996879
t0    -0.8411141  -0.1621223



1-(deviance(vb.pargo)/((length(Lt)-1)*var(Lt))) # R2 “na mão”
[1] 0.9976615
Rsq(vb.pargo) # R2 pelo pacote qpcR
[1] 0.9976615
Rsq.ad(vb.pargo) # R2 ajustado pelo pacote qpcR
[1] 0.9969934 

# desenha o gráfico. Em Windows substituir [“\U221E”] por [infinity]
plot(Lt~t,xlab=”idade (anos)”,ylab=”comprimento total (mm)”,
xlim=range(0,10),ylim=range(0,500),cex.lab=1.2,
main=expression(L[i]==L[“\U221E”]*”[“*1-e^{-k(t-t[0])}*”]”),cex.main=1.5)
 
#desenha a curva
curve(coef(vb.pargo)[1]*(1-exp(-coef(vb.pargo)[2]*(x-coef(vb.pargo)[3]))),add=T,col=”tomato1″)
 
# coloca a legenda, deve-se clicar no gráfico para indicar o local da legenda
legend(locator(1),bty=”n”,legend=substitute(L[i]==Linf%*%”[“*1-e^{-k%*%(t-t0)}*”]”, list(Linf=round(coef(vb.pargo)[1],1),k=round(coef(vb.pargo)[2],2),t0=-round(coef(vb.pargo)[3],2))),cex=1.5)

detach(dat.tL)

Tabelas com formatação condicional com Sweave

Tabelas com formatação condicional permitem que você extraia a informação presente mais rápido. Com o Sweave, lógico, é possível apresentar tabelas com formatação. Basta que você faça uma função que formate adequadamente o valor das cédulas. No arquivo Sweave abaixo (salvar com extensão *.Rnw) eu preparo um exemplo reproduzível de como publicar as notas dos […]

Gerando seus próprios dados

Se você está prestes a ficar louco por causa dos seus dados que não ficaram bons ou porque você perdeu tudo! Esse post vem bem de encontro as suas expectativas. Vamos mostrar agora como gerar seus próprios dados! Isso vai ser feito pelo uso das funções de geração de números aleatórios (pseudo aleatórios) do R, […]

Reproduzindo tabelas estatísticas

O objetivo desse “post” é dúbio! Vamos mostrar como reproduzir as tabelas estatísticas dos livros no R. Mas para quê reproduzir as tabelas que estão nos livros? Primeiro vamos ver como fazer… Primeiro pegue o seu livro de estatística experimental de cabeceira, e procure (no final, quase certamente) a tabela de F-Snedecor. Aquela mesma que […]

Sweave com gráficos do R em tikz

O Sweave é a ferramenta que permite a edição textos em LaTeX, de alta qualidade diagramática, com a inclusão de códigos R. Isso facilita muito a vida de quem precisa gerar relatórios de análises, material didático sobre estatística, dissertação e teses com temas afins. Tikz (e PGF) é um pacote LaTeX desenvolvido pelo Professor Till […]